Cabra Algarvia

A Cabra Algarvia vai ser nossa anfitriã em Giões: Conhecem esta raça autóctone? O solar da raça é a zona da serra e do barrocal, sendo dominante no Nordeste Algarvio, e a sua origem remonta ao séc. XIX, resultando do cruzamento da cabra charnequeira algarvia e da alpina espanhola e, talvez, de animais importados de Marrocos. É uma raça muito rústica, perfeitamente adaptada às condições difíceis da serra, e dá leite de ótima qualidade que é tradicionalmente usado no fabrico de queijo fresco ou curado, requeijão, almece, e também para manteiga e deliciosos iogurtes.
De 2000 até 2019 o número de cabras algarvias baixou de 5000 para 3655 exemplares, uma quebra de quase 27% 🙁 Manter viva esta raça é também manter a nossa biodiversidade, as gentes e o território da serra algarvia. Não deixem a cabra algarvia cair no esquecimento 🙂

Próximas datas do Festival: Colher e Cozinhar
Maria Vinagre (23 fevereiro ) – Bilhetes 👉 https://bit.ly/2uzH7gr

Festival da Comida Esquecida
Organização QRER – Coop. para o Des. dos Territórios de Baixa Densidade

Parceiro turístico Barroca – produtos culturais e turísticos

Apoio 365 Algarve Câmara Municipal de Loulé Município de Tavira ProActiveTur, Lda. Vila Vita Parc Projecto TASA

#365algarve #festivaldacomidaesquecida #Algarve #Alcoutim #cooperativaqrer #cabraalgarvia #recantodaldeia

Write a comment
X